Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2017

CURSO ON LINE SOBRE ENCARCERAMENTO FEMININO COMEÇA EM MARÇO

A população carcerária feminina subiu de 5.601 para 37.380 detentas entre 2000 e 2014, um crescimento de 567% em 15 anos. A maioria dos casos é por tráfico de drogas, motivo de 68% das prisões. Os dados integram o Infopen Mulheres, levantamento nacional de informações penitenciárias do Ministério da Justiça, que, pela primeira vez, aprofunda a análise com o recorte de gênero.
No total, as mulheres representam 6,4% da população carcerária do Brasil, que é de aproximadamente 607 mil detentos. A taxa de mulheres presas no país é superior ao crescimento geral da população carcerária, que teve aumento de 119% no mesmo período. Na comparação com outros países, o Brasil apresenta a quinta maior população carcerária feminina do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos (205.400 detentas), China (103.766) Rússia (53.304) e Tailândia (44.751).
Cerca de 30% das presas no Brasil ainda aguardam julgamento. Sergipe lidera o número de presas provisórias, com 99% das detentas nessa condição, enquanto em S…

GERAÇÃO TOMBAMENTO: A ESTÉTICA DA JUVENTUDE NEGRA

Curso On Line  INÉDITO sobre Geração Tombamento,


INSCRIÇÕES AQUI
Confira abaixo, entrevista de Renato Prado, organizadora do conteúdo que será desenvolvido no curso, no portal Alma Preta.







Renata Prado: "É impossível conscientizar a juventude negra se ela não se empoderar" Pedro BorgesRealidade23 Fevereiro 2017


Renata Prado é pedagoga, referência no tema sobre geração tombamento e uma das organizadoras da festa Batekoo. Ela é responsável por ministrar um curso sobre o tema em parceria do Coletivo Dijejê, que visa dar destaque à participação das mulheres e do grupo LGBTT no movimento. Entrevista / Pedro Borges Foto / Solon Neto Renata Prado é pedagoga, referência no tema sobre geração tombamento e uma das organizadoras da festa Batekoo. Ela é responsável por ministrar um curso sobre o tema em parceria do Coletivo Dijejê, que visa dar destaque à participação das mulheres e do grupo LGBTT no movimento. Faça aqui a sua inscrição. Qual a importância da geração tombamento para o debate a…